Google+ Followers

Google+ Followers

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Organic Food Fest

O  Organic Food Fest está acontecendo em todo o Brasil desde o dia 8 desse mês e termina esse fim de semana. O objetivo é incentivar o uso de comidas orgânicas na alta gastronomia do país. São cerca de 100 restaurantes envolvidos com pratos tabelados. As refeições proporcionam uma experiência gastronômica sustentável e ao mesmo tempo saborosa.

Consulte www.organicfoodfest.com.br

A Korin é uma das maiores empresas de alimentos sustentáveis e orgânicos do Brasil e está patrocinando o evento junto a outros fornecedores. O almoço orgânico está com preço fixo de R$49,00. Já o jantar, sai por 59,00. Na capital paulista e carioca, por exemplo, 40 restaurantes fazem parte do evento.

Os chefs de cozinha participantes do evento estão utilizando nos pratos diversos produtos da Korin como frangos e ovos de galinha livres de antibióticos, frangos orgânicos, carne bovina sustentável e ainda a carne bovina orgânica, grande lançamento da companhia paulista que segue uma filosofia vinda do Japão: a Agricultura Natural, preconizada pelo pensador e espiritualista japonês, Mokiti Okada (1882-1955).


Além de poder degustar pratos com os produtos da marca, o consumidor encontra informações sobre a empresa na cartilha de compras de orgânicos, produzida pela organização do evento, destinada a restaurantes e consumidores finais.

Fonte: ciorganicos.com.br

sexta-feira, 3 de junho de 2016

STF x Transgênicos



Existem regulamentos governamentais determinando que produtos que contenham ingredientes transgênicos devem informar na rotulagem sobre a presença desses Organismos Geneticamente Modificados.

Isso se refere ao direito de informação sobre o que se está consumindo.

Acontece que a Bancada Ruralista no Congresso Nacional, vem tentando de todo jeito emplacar Projetos de Lei que desobriguem as empresas produtoras de alimentos a se submeterem a essa obrigatoriedade.

De um lado as empresas entendem que o “ T “ dentro do triângulo amarelo que identifica a presença de transgênicos é um obstáculo para as vendas, e, de outro lado, os defensores dos direitos e garantias individuais previstos na constituição, lutam para que essa informação esteja presente nos alimentos com OGM.

O caso foi parar no Supremo Tribunal Federal, que, para nosso alívio, concluiu que a presença de transgênicos nos alimentos deve ser identificada, por tratar-se de direito do consumidor, diga-se, direito alinhado com a constituição federal.

Desta forma, quando for comprar alimentos, principalmente, a base de milho ou soja, verifique o rótulo ou informe-se junto ao fabricante se esse produto contem ingredientes transgênicos, tendo em vista que boa parte da soja e milho produzidos no Brasil são de origem transigência, bem como boa parte dos alimentos como biscoitos, farinhas, pães e etc., podem conter esses ingredientes.


Fique de Olho !!!